rss
email
twitter
facebook

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Inês # Para estar mais perto de ti

Quando fico com saudades dou em louca. Quase me meto num avião. Chego ao cúmulo de ir à internet ver mesmo horários de aviões; que estupidez, como se pudesse...

Sinto que fico mais perto de ti estando em sítios por onde já passaste. Sei que adoras ciclismo e natação... por isso, todas as semanas sem falta, vou andar pela grande Lisboa, à procura de um rasto do teu cheiro, de uma gargalhada que se assemelhe minimamente à tua.

Ontém fui à piscina. Nadei, nadei, nadei, nadei, nadei... Senti-me bem por um bocado. Senti-me perto de ti. Comecei a imaginar-te ao meu lado, a nadar comigo. Provavelmente (muito provavelmente), a ultrapassar-me. A tentar competir... Era como se me tocasses sem que eu pudesse sentir; só cá dentro sentia. Na água estou mesmo perto de ti.

Sinto falta de te ver, como criança, a chutar as pedras da calçada, deixando os sapatos ou ténis todos brancos ou simplesmente estragados; de te ver a ficar de mau humor e rabugento quando estás com fome ou sono.


Porque foste tu embora? Por que é que a guerra te chamou? Por que é que o meu grito não é mais alto??

Já não aguento sem saber como estás, como te encontras... Se vais voltar são e salvo, se vais voltar a nadar, se eu te vou voltar a sentir... Tenho o coração apertado...

Volta para casa.


Inês.


2 comentários:

Izzie disse...

que lindo *.*

Curiosa disse...

............ *.*
:)

Enviar um comentário